carta.

por daniellecruz

meu amor,
ontem o dia amanheceu vazio,
(você reparou?)
os carros na rua iam silenciosos
as pessoas não gritavam
não haviam obras nos prédios
os camelôs estavam de luto
não me pediram esmola.

ontem o dia amanheceu cinzento,
com cara de segunda-feira.
fazia frio.
nada me apetecia.

ontem eu não tive fome,
tive uma urgência dormente na boca do estômago
aquele silêncio tomando conta do mundo
e de mim.

ontem lhe disse adeus
e olhei pra trás enquanto você partia.
então a cidade se tornou essa explosão surda
esse grito sufocado
te pedindo pra ficar.

Anúncios